Aos 67 anos, ele foi o quarto bispo brasileiro a morrer em decorrência da doença provocada pelo novo coronavírus

Dom Mauro Aparecido dos Santos, arcebispo de Cascavel, PR, morreu nesta quinta-feira, 11 de março, em decorrência da covid-19.

Ele tinha 67 anos de idade, estava internado desde 16 de fevereiro e precisou ser intubado no dia 19. A sedação foi suspensa no dia 27 devido à apresentação de melhoras, mas o quadro de saúde de dom Mauro voltou a se deteriorar e ele precisou de nova sedação no dia 9 de março. Segundo o boletim médico deste dia 11, o quadro do arcebispo era “gravíssimo” a ponto de não possibilitar a realização de hemodiálise. Às 18h20, dom Mauro partiu desta vida.

Seu corpo começou a ser velado às 23h, com Missas de duas em duas horas. A Missa de corpo presente foi celebrada nesta manhã de sexta-feira, às 9h, somente com a participação presencial do clero diocesano devido às normas sanitárias de combate à pandemia. O sepultamento foi agendado para as 10h no cemitério central de Cascavel.

Proposta de Emenda à Constituição prevê mecanismos fiscais para evitar o descontrole dos gastos públicos. PEC ainda retira despesa com auxílio emergencial da regra do teto de gastos

Por 366 votos a favor, 127 contra e três abstenções, a Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira (11) em segundo turno o texto-base da proposta de emenda à Constituição (PEC) que viabiliza a retomada do auxílio emergencial e prevê mecanismos para evitar o descontrole dos gastos públicos, a chamada PEC Emergencial. Para concluir a votação, os deputados ainda precisam analisar destaques (sugestões) para suprimir pontos específicos do texto.

Na votação em primeiro turno, o texto-base foi aprovado na madrugada de quarta, e a votação em primeiro turno foi concluída na madrugada desta quinta. Em seguida, os deputados passaram a analisar a PEC em segundo turno.

O relator do texto na Câmara, Daniel Freitas (PSL-SC), apresentou parecer igual ao texto aprovado pelos senadores.

O padre Fernando de Lima Silva, de 38 anos, morreu afogado neste sábado (13) dentro de um açude em Serra Negra, na zona rural de Bezerros, no Agreste de Pernambuco. A informação foi confirmada pela Diocese de Caruaru, onde o sacerdote estava sediado.


Segundo a nota oficial da Diocese, o padre se afogou após salvar a vida de duas pessoas. A entidade ainda não sabe informar quem são essas pessoas e o que aconteceu no momento do afogamento do sacerdote.

A Polícia Militar disse que o padre estava em um barco pequeno com uma mulher e uma criança. Eles foram tirar uma foto, e nesse momento o barco virou. O sacerdote conseguiu pegar a criança e deixá-la em uma pedra, já a mulher foi retirada da água com a ajuda de outras pessoas que estavam no local. Um policial que estava de folga foi chamado, e ao chegar ao local, tentou reanimar o padre Fernando, ele chegou a ser levado para um hospital da cidade, mas não resistiu.

Quando Jesus e Seus discípulos encontravam uma pessoa ou uma grande multidão à beira de alguma estrada, nos campos, na praia, numa vila, cidade ou por onde quer que fossem, sempre paravam para servir.

Com Jesus tudo era bem diferente. Ele nunca tratou ninguém como os religiosos tratavam. Jesus era de outro mundo. O povo sempre afluiu em busca de Jesus por conta dos sinais que Ele sempre operou; e Ele nunca deixou de atender ninguém, porque amava a todos sem distinção.

Página 2 de 3

ENCONTRE NOS | NOSSOS CONTATOS

Tel: (82) 9 8835 - 2957
Zap: (82) 9 8835 - 2957
Email: webradiofranciscana.net@gmail.com

SIGA NOS | NO FACEBOOK

Ouvintes online

Site Top 05 © 2018 Todos direitos reservados